BrasilPesquisa

Pesquisa indica que 64,3% da população não concorda com cargos vitalícios no STF

Pesquisa divulgada pelo Instituto Paraná Pesquisas revelou que 64,3% da população considera que o mandato do juiz do STF deveria ter um tempo estabelecido.

Pesquisa divulgada pelo Instituto Paraná Pesquisas revelou que 64,3% da população considera que o mandato do juiz do STF deveria ter um tempo estabelecido; Questionado sobre o tempo desse mandato, 81% respondeu que deveria ser de apenas oito anos; 7,8% considera um mandado de 10 anos a melhor opção; Hoje, um ministro da Suprema Corte se aposenta compulsoriamente ao completar 75 anos;

Uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira (3) pelo Instituto Paraná de Pesquisas demonstrou que a maioria da população brasileira não compactua com o modelo de cargos vitalícios para os juízes do Supremo Tribunal Federal. Hoje, um ministro da Suprema Corte se aposenta compulsoriamente ao completar 75 anos, salvo casos de morte, impeachment ou se quiser deixar o cargo.

A pesquisa revelou que 64,3% da população considera que o mandato do juiz deveria ter um tempo estabelecido. Questionado sobre o tempo desse mandato, 81% respondeu que deveria ser de apenas oito anos. 7,8% considera um mandado de 10 anos a melhor opção.

A consulta foi realizada em 26 Estados e 154 municípios da Federação. O grau de confiança é de 95%.

Para conferir a íntegra da pesquisa, clique aqui.

Fonte: Jusbrasil

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close