BahiaBrasil

MPF aponta envolvimento de dois baianos com o Estado Islâmico

Uma denúncia do Ministério Público Federal aponta o envolvimento de dois baianos em um grupo acusado de promover o Estado Islâmico no Brasil. Ao todo, 11 brasileiros são apontados pelo órgão de planejar um atentado terrorista durante o carnaval de Salvador e do Rio de Janeiro.

De acordo com informações do Estadão, Matheus Pinaffo, de 24 anos, e outro jovem de 22 anos, que não teve o nome divulgado, tiveram conversas interceptadas pela investigação. Um deles passava por um tratamento com antidepressivos no ano passado, quando foi preso, e teve seu interrogatório com a polícia interrompido após dar “declarações desconexas que evidenciam confusão mental”, segundo consta no depoimento. Ele frequentava o Centro de Atenção Psicossocial de Candeias, na Bahia.

A denúncia é resultado da Operação Átila, da Polícia Federal, e tem como base conversas interceptadas em aplicativos de mensagem.

Dos sete detidos desde outubro do ano passado, dois continuam presos. São eles Welington Costa do Nascimento, de 46 anos, e Jhonathan Sentinelli Ramos, de 23, que cumpre pena por homicídio e se comunicava com o grupo por celular de dentro do Complexo Penitenciário de Bangu, no Rio.

Para os procuradores o grupo tentou recrutar jihadistas para se juntar aos terroristas na Síria, além dos indícios de que eles teriam planejado um atentado durante o carnaval no Rio de Janeiro ou em Salvador.

 

Fonte: Correio24horas

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close