Esportes

Santos goleia o Vitória na Vila Belmiro

Rubro-Negro está no Z4 e resultado alivia pressão sobre Jair Ventura, técnico do Santos

Após cinco jogos sem ganhar na temporada e muita pressão para cima do técnico Jair Ventura, o Santos mostrou reação da melhor forma possível no Campeonato Brasileiro. Com show do garoto Rodrygo, autor de três gols, a equipe goleou o Vitória por 5 a 2 neste domingo (3), na Vila Belmiro, e deu fôlego ao trabalho do treinador. Renato e Gabigol também marcaram, enquanto Neilton e Ramon descontaram.

Com o triunfo, o Santos subiu para nove pontos e deixou a zona do rebaixamento, saltando da 18ª para a 16ª posição da tabela. O time alvinegro ainda tem um jogo a menos. Já o Vitória parou nos oito pontos e foi ultrapassado, caindo para o 17º lugar, dentro da degola.

O placar foi quase todo construído no primeiro tempo, que virou com vantagem de 4 a 0 para os paulistas. O Santos volta a campo na quarta-feira (6), em clássico contra o Corinthians em Itaquera. O Vitória joga no mesmo dia, em casa, contra a Chapecoense.

Pressionado pelos maus resultados recentes, o time do Santos começou a partida indo com tudo para cima do Vitória na Vila Belmiro. Sufocando a equipe baiana, os alvinegros criaram boas chances, mas pararam em atuação inspirada do goleiro Elias no começo do jogo. Após uma cobrança de falta no travessão de Jean Mota, ele fez duas defesas seguidas no rebote. O gol santista parecia questão de tempo… até Rodrygo marcar três em oito minutos.

Renato tem gol bem anulado, mas faz outro

O capitão santista balançou as redes aos 9 minutos de jogo após cruzamento de Rodrygo, mas o gol foi bem anulado por impedimento. Já aos 44 do primeiro tempo, não teve jeito: cruzamento de Diego Pituca na cabeça de Renato, que desviou bem para o fundo do gol para marcar o quarto do Santos no jogo. Desta vez, valeu.

Mancini faz as três alterações no intervalo

Com o time perdendo por 4 a 0, o técnico Vagner Mancini resolveu fazer suas três substituições já no intervalo. Tirou Uillian Correia, Rodrigo Andrade e Lucas Fernandes para as entradas de Lucas Marques, Ramon e André Lima. O Vitória melhorou um pouco na segunda etapa e descontou com Neilton, após “tabela” com o zagueiro David Braz, mas já era tarde para correr atrás do resultado. O gol de Ramon no final também não foi suficiente.

Gabigol volta a balançar a rede

Os dois últimos gols de Gabriel haviam sido justamente na última vitória do Santos, em 13 de maio, quando o time fez 3 a 1 no Paraná. O camisa 10 se reencontrou com as redes diante do Vitória. Apesar de perder um gol incrível no primeiro tempo, desviando para fora embaixo das traves, ele se redimiu com boa atuação: deu a assistência para o terceiro gol de Rodrygo e ainda fez o quinto, puxando contra-ataque e tirando do goleiro Elias.

Apesar de vitória, clima segue instável

Marco Galvão/FotoArena/Estadão Conteúdo
o tecnico jair ventura orienta os jogadores do santos contra o vitoria 1528058049357 615x300 - Santos goleia o Vitória na Vila Belmiro

O técnico Jair Ventura terá seu futuro discutido por uma reunião do Conselho Gestor do Santos nos próximos dias. O clube espera apenas o retorno de viagem do presidente José Carlos Peres, que estava chefiando a delegação da seleção brasileira em amistosos na Europa. O centro de treinamentos do clube, aliás, foi invadido por torcedores, que protestaram e entraram em confronto com a polícia.

FICHA TÉCNICA

Santos 5 x 2 Vitória

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 03/06/2018
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC)
Assistentes: Helton Nunes e Alex dos Santos (SC)

Gols: Rodrygo, aos 22, 25 e 30 minutos, e Renato, aos 44 minutos do 1º tempo; Neilton, aos 17, Gabigol, aos 29, e Ramon, aos 38 minutos do 2º tempo
Cartões amarelos: Wallyson, Rodrigo Andrade, Kanu e Lucas Marques (Vitória)

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo (Gustavo Henrique), David Braz e Dodô; Renato, Diego Pituca e Jean Mota; Rodrygo (Copete), Eduardo Sasha (Léo Cittadini) e Gabigol. Técnico: Jair Ventura

Vitória: Elias; Lucas, Aderlan, Kanu e Pedro Botelho; Uillian Correia (Lucas Marques) e Rodrigo Andrade (Ramon); Rhayner, Neilton e Lucas Fernandes (André Lima); Wallyson. Técnico: Vagner Mancini

 

Fonte: Uol

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close