Cultura e EntretenimentoFeira de Santana

Curta temporada do Espetáculo ‘Frida Kahlo’em Feira de Santana

Montagem soteropolitana conta a história da pintora mexicana reconhecida como símbolo de força e resistência para a mulher contemporânea.

Indicado ao Prêmio Braskem de Teatro em 2018, o espetáculo Frida Kahlosai de Salvador para o teatro do Centro Cultural SESC Feira de Santana em curta temporada. As apresentações acontecem nos próximos dias 14 e 15 de setembro, sábado às 20h e domingo às 19h. Os ingressos podem adquiridos por R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia ou associado SESC) na bilheteria do teatro ou através do WhatsApp 75992641507.

A peça é uma homenagem a essa mulher latino-americana de trajetória resiliente e vitoriosa que, mesmo após gravíssimo acidente, resistiu e existiu sempre à frente do seu tempo, rompendo padrões estéticos e morais, desfrutando ainda mais da vida. A montagem teatral inédita escrita e dirigida pelo baiano Fernando Santana conta a história da pintora mexicana Frida Khalo sem necessariamente uma obrigação biográfica. Traz sim, os grandes atravessamentos da sua história, mas, de forma poética e sensível, busca falar do coração dessa mulher que, mesmo diante de uma vida conturbada e intensa, conquistou reconhecimento artístico pelos quatro cantos do mundo.

Os diversos personagens que atravessaram a vida de Frida são interpretados por um experiente elenco composto por Jane Santa Cruz, Daniel Calibam, Danilo Cairo, Luiz Antônio Sena Júnior,Silara Aguiar e Lorena Porto, atriz e cantora feirense.Na direção e dramaturgia do espetáculo, o ator Fernando Santana que também é figurinista e preparador de elenco. Essa temporada é uma realização do Coletivo Culturasss e do Colectivo Âmbar – rede de artistas e promotores cênicos da latino América.

Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderoné símbolo de superação e alegria para o mundo inteiro, fazendo um paralelo com aspectos relevantes na contemporaneidade, como por exemplo, a força propulsora da arte quebrando preconceitos. Morreu jovem, aos 47 anos, mas continua espalhando inspirações para uma legião de pessoas que não se cansa de resistir a toda opressão masculina enraizada na sociedade contemporânea e que mantém sempre abertas as feridas da mulher.

 

Fonte: Lorena Porto

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close