Política

Ministério Público investiga repasse de R$ 5 milhões da CCR para caixa dois de Alckmin

CCR não pode fazer doações eleitorais por ser concessionária de serviços públicos, como estradas e metrô

O  Ministério Público de São Paulo investiga o repasse da CCR, maior concessionária de estradas do país, de cerca de R$ 5 milhões para o caixa dois da campanha de Geraldo Alckmin (PSDB) em 2010.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o dinheiro teria sido entregue ao cunhado de Alckmin, o empresário Adhemar Ribeiro, e não consta na prestação de contas do tucano.

A CCR não pode fazer doações eleitorais por ser concessionária de serviços públicos, como estradas e metrô.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close