Feira de Santana

Sindicância vai apurar contratos fraudulentos de cooperativa em Feira

A Coofsaúde é investigada pelo Ministério Público Estadual (MP-BA) que desarticulou uma organização criminosa responsável por desviar quase R$ 1 bilhão da área da saúde na Bahia

Uma sindicância será aberta para apurar os contratos firmados pela cooperativa Coofsaúde em Feira de Santana, que resultaram no desvio de aproximadamente R$ 24 milhões na cidade, entre 2016 e 2017. A determinação partiu do prefeito Colbert Martins Filho e foi publicada no Diário Oficial do Município na segunda-feira, 24.

A Coofsaúde é investigada pelo Ministério Público Estadual (MP-BA) que, no dia 18 de dezembro, desarticulou uma organização criminosa responsável por desviar quase R$ 1 bilhão da área da saúde na Bahia, entre 2007 e 2018. O grupo foi alvo da Operação Pityocampa, que cumpriu  23 mandados de busca e apreensão e 10 mandados de prisão preventiva.

Empresários, médicos e odontólogos tiveram as prisões preventivas decretadas por cinco dias, período que foi prorrogado por mais cinco.

O prazo para a entrega do relatório que vai investigar os contratos é de 30 dias, segundo informou o prefeito Colbert Martins.

Martins disse ainda que a prefeitura vai realizar o pagamento dos cerca de 1.700 servidores da cooperativa, entre enfermeiros, técnicos e auxiliares administrativos, que atuam em todas as policlínicas municipais e em 115 postos de Saúde da Família, em Feira de Santana.

Fonte: A Tarde

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close