Esportes

Bahia tenta voltar a vencer no Brasileirão contra o rebaixado CSA

Com o objetivo de evitar a desastrosa marca de 10 jogos sem ganhar no Campeonato Brasileiro, o Bahia entra em campo neste domingo, 1°, às 18h, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, em partida válida pela 36ª rodada, para encarar o 18º colocado e virtualmente rebaixado CSA – a chance de queda à Série B é de 97,3%, segundo dados da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Caso consiga interromper a sequência negativa na Série A, o Tricolor garante vaga na próxima edição da Copa Sul-Americana – a chance, nesse momento, é de 95,3% – e ainda pode rebaixar o rival alagoano, que não contará com um dos seus principais jogadores, o argentino Jonatan Gómez, garçom do time, com três assistências, e vice-artilheiro, com cinco gols e que está suspenso por acúmulo de cartões.

Além disso, o CSA será comandado pelo treinador interino Jacozinho, ídolo do azulino na década de 80, já que Argel Fucks pediu demissão logo após o triunfo diante do Cruzeiro e, em seguida, anunciou que assumiria o Ceará. Ou seja, além de estar pressionada, a equipe alagoana perdeu o comando técnico e o craque para o duelo.

Mas com diz um famoso ditado popular: “de nada adianta o vento estar a favor se não se sabe para onde virar o leme”. E isso representa bem o atual momento do Bahia, que não vence há nove jogos – sofreu gols em todos eles – e viu a luta por Libertadores ir pelo ralo e, agora, até a chance de acabar entre os 10 primeiros está ameaçada – o Esquadrão já está na 11ª posição e, em caso de derrota, por cair até para a 14ª colocação.

E na busca para dar um fim à má fase e “virar o leme” na direção correta, Roger Machado mexeu por diversas vezes no time. João Pedro já atuou na lateral e no meio. Lucca foi testado como armador. Wanderson substituiu Lucas Fonseca. Guerra, Fernandão, Arthur Caíke, Ronaldo, todos ganharam chances nessa busca do treinador em fazer o time reencontrar o bom futebol.

Foco no triunfo

Querendo voltar a vencer, o Bahia do técnico Roger Machado volta a ter à disposição o lateral-direito João Pedro e o meio-campo Guerra. Eles não atuaram na última partida do Tricolor contra o Atlético-MG por suspensão devido ao terceiro cartão amarelo.

Mesmo com João Pedro disponível, Roger não revelou quem será o titular da lateral contra o CSA. Nino Paraíba, dono da posição durante praticamente todo o ano perdeu a vaga para o jovem lateral emprestado pelo Porto (POR), mas após a atuação contra o Atlético pode ganhar a vaga novamente.

A mudança que parece certa em relação a equipe que jogou contra o Galo na última quarta, 27, é a saída do atacante Lucca. Na ocasião ele jogou centralizado, quase como um meia, mas não foi bem e acabou substituído no intervalo. A tendência é que Arthur Caike seja o titular, mas o volante Ronaldo também é opção.

Confirmado no time titular, o atacante Élber, autor do gol de empate contra o Atlético-MG, afirma que o elenco está muito incomodado com o atual momento do time na Série A e que espera voltar de Maceió com os três pontos na bagagem e a confiança restabelecida.

“Coisa que está incomodando a gente, pela qualidade que nosso time tem. A gente poderia estar brigando mais em cima na tabela. Ficamos um pouco mais distantes. Nossa equipe é bem madura para assimilar as coisas que estão dando errado. É corrigir e tentar melhorar. Vamos em busca desse resultado em Maceió. Vai ser um jogo difícil. Temos totais condições de deixar o Bahia, no mínimo, entre os dez primeiros no campeonato”, afirmou Élber.

 

Fonte: A Tarde

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Close
Close