BahiaBrasil

‘Estamos sem chão’, diz mãe do menino Bernardo enquanto corpo encontrado na Bahia não é identificado

Pai confessou assassinato do filho e disse que 'jogou corpo em estrada'.

A mãe de Bernardo, de 1 ano e 11 meses, disse ao G1 neste sábado (7) que vive os piores momentos da vida desde a sexta-feira (29), quando o pai buscou o menino na creche, em Brasília, e desapareceu com a criança. Preso na segunda-feira (2), Paulo Roberto de Caldas Osório confessou ter assassinado o filho.

Na quinta-feira (5), a polícia baiana encontrou um corpo de criança na zona rual de Palmeiras, cidade da Chapada Diamantina. A roupa, um colar de âmbar no pescoço e a cadeirinha usada no carro para transportar a criança, levaram os policiais e a família a acreditar que se tratava de Bernardo.

No entanto, por causa do avançado estado de decomposição do corpo, os exames feitos foram inconclusivos. O material genético será examinado em Brasília e, segundo a Polícia Civil do DF (PCDF), deve chegar no começo da tarde deste sábado à capital.

Conforme os investigadores, o corpo encontrado na Chapada Diamantina não será encaminhado para Brasília porque está sendo periciado pela polícia baiana.

“O departamento de Polícia Técnica do DF está trabalhando junto com a Polícia Civil da Bahia para a conclusão do trabalho de perícia. Estão sendo empregadas técnicas avançadas para que os resultados saiam o mais rápido possível”, afirmou, em nota, a PCDF.

Fonte G1 Bahia

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close