BahiaCoronavírus

Trabalhadores informais de Salvador devem receber mais de R$ 100 milhões em ajuda devido ao coronavírus

O prefeito de Salvador, ACM Neto, anunciou, nesta segunda-feira (30), R$ 105 milhões em ajuda para os trabalhadores informais da capital baiana

O prefeito de Salvador, ACM Neto, anunciou, nesta segunda-feira (30), R$ 105 milhões em ajuda para os trabalhadores informais da capital baiana, impactados pelo isolamento social por causa do coronavírus.

Até a manhã desta segunda-feira, o número de pacientes infectados pelo Covid-19 na Bahia passava de 150. Uma pessoa morreu.

De acordo com a prefeitura, será criado o benefício “Salvador por Todos” no valor de R$ 270 . Do total, R$ 70 é voltado para o gás e R$ 200 para alimentação (duas cestas básicas).

Segundo a prefeitura, 20.485 trabalhadores já estão cadastrados pelo município. Do total, 12 mil são ambulantes, feirantes, barraqueiros e camelôs; 622 são guardadores de carro; 1.290 baleiros; 646 baianas de acarajé e 334 recicladores.

Além deles, o benefício será voltado para 400 pessoas que recebem o auxílio aluguel da prefeitura por serem população em situação de rua, estarem em estado de vulnerabilidade ou que não são contempladas pelo Bolsa Família.

Também receberão o benefício 3.639 taxistas e auxiliares de taxistas; mototaxistas acima de 60 anos e 1.554 motoristas de aplicativos, todos com idade acima de 60 anos.

O pagamento do benefício “Salvador por Todos” será feito no início de abril, através de ordem bancária para saque na boca do caixa com o documento de identificação em agência bancária, informou a prefeitura.

As ações têm previsão de duração de três meses, mas é possível prorrogá-las.

Fonte G1 Bahia

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close