BahiaEsportes

Com votação online garantida, Bahia aguarda permissão para confirmar presencial

O voto à distância foi aprovado pelo Conselho Deliberativo do clube em 2018 e entra em vigor neste pleito.

A pandemia do novo coronavírus causou mudanças em diversos setores e não será diferente quando se fala das eleições do Bahia, marcadas para o dia 12 de dezembro. Até o momento, o que se tem de garantido é a votação online para o cargo máximo do clube. O voto à distância foi aprovado pelo Conselho Deliberativo do clube em 2018 e entra em vigor neste pleito. A ida dos torcedores até um local para escolher os seus candidatos, no entanto, ainda é um grande ponto de interrogação.

De acordo com Geovane Peixoto, presidente da Comissão Eleitoral do Esquadrão de Aço, foi enviado um ofício pedindo a permissão para que o evento ocorra. No momento, a decisão se encontra nas mãos da Prefeitura de Salvador. Apesar do pedido, Peixoto declarou que o principal foco desta vez é o voto online.

“A Comissão Eleitoral encaminhou ofícios para o município de Salvador e para o Estado da Bahia solicitando que pudéssemos realizar a nossa eleição também presencialmente. Em um primeiro momento, o município pediu para informar as medidas que devemos adotar e o clube respondeu que tomaríamos as mesmas cautelas utilizadas na eleição: exigência de máscara, caneta, distanciamento… É importante frisar que o Bahia está optando preferencialmente pelo voto eletrônico. É um sistema normatizado, auditado e sempre com auditorias quando é utilizado. Um sistema que tem se mostrado eficiente, seguro e já passou por testes. O voto presencial vai ser excepcional e dependendo da autorização do município. Queremos que ela ocorra para que nossa democracia seja pleja e atinja o maior número possível de sócios para votar”, disse, em contato com o Bahia Notícias.

Como se trata de um ano de eleição municipal, o TRE-BA não vai poder ceder as urnas eletrônicas que foram utilizadas nas últimas eleições. Com isso, o clube vai montar terminais com o sistema do voto online para que o torcedor que tenha problemas consiga fazer as suas escolhas para o futuro do Tricolor.

“Já sabíamos que não teríamos urnas eletrônicas. Não há nenhuma dúvida com isso. Como o voto é eletrônico, colocaremos terminais de computador, nos quais o sócio que tiver dificuldade para acessar, que ele tenha o direito de comparecer e ele será orientado para que tenha as dúvidas esclarecidas e ele tenha acesso ao terminal. O voto presencial será para esses. Só vamos ter votos em cédulas se nada disso funcionar, o que não acreditamos que ocorrerá. Teremos uma votação eletrônica, que facilitará a rápida divulgação do processo eleitoral”, indicou.

Neste ano, os candidatos à presidência do clube são Guilherme Bellintani, que tenta ser o primeiro reeleito da era democrática do clube, e Lúcio Rios, do grupo +Bahia. No Conselho Deliberativo, dez chapas concorrem.

Fonte Bahia Notícias

 

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detected

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios