BahiaCombate Covid-19CoronavírusVacinação Covid-19

Bahia recebe 69.030 doses da vacina da Pfizer contra a Covid-19

Imunizantes chegaram ao Estado no início da madrugada de hoje.

A Bahia recebeu uma nova remessa de vacinas contra Covid-19 produzida pela farmacêutica norte-americana Pfizer, em parceria com a empresa alemã BioNTech. O avião trazendo a carga com 69.030 doses pousou no aeroporto de Salvador às 0h45 desta terça-feira (11). Com mais este envio, a Bahia soma 95.940 imunizantes da Pfizer/BioNTech. Além dessas, o estado já recebeu 2.794.200 doses da Coronavac e 216.3950 Oxford/AstraZeneca, totalizando 5.054.090.

Conforme ficou definido na reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) desta segunda-feira (10), instância deliberativa que reúne gestores de saúde dos 417 municípios e do Estado, as doses da Pfizer serão destinadas à capital (20% do total) e aos 12 municípios da Região Metropolitana de Salvador (80% do total). As Secretarias Municipais de Saúde farão a retirada gradual das vacinas na Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (CEADI), em Simões Filho, em virtude do prazo de aplicação de até cinco dias quando refrigerado em temperaturas de 2°C e 8°C.

O secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, destaca que a ideia é ir avançado gradativamente para que a logística deste tipo de vacina seja testada. Ele ainda explica que isso não significará acréscimo na distribuição do total de doses para a capital e estas demais cidades. “Os 417 municípios baianos continuarão a receber equitativamente as vacinas, tendo como referência a quantidade de pessoas de cada público-alvo nas localidades”, afirma Fábio Vilas-Boas.

Será publicado no Diário Oficial da próxima quarta-feira (12) a ampliação dos grupos prioritários, o que incluirá a vacinação de lactantes, sem doenças crônicas, até o sexto mês de amamentação e trabalhadores de transporte aquaviário (lancha e transporte de passageiros). Além disso, a CIB incluiu agentes do sistema sócio-educativo, bem como pessoas com doenças crônicas e deficiência permanente a partir de 18 anos.

Fonte: Sesab
Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detected

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios