Combate Covid-19Feira de SantanaPandemiaVacinação Covid-19

Na véspera do São João, população deve redobrar proteção à Covid, recomenda a infectologista Melissa Falcão

O alerta foi feito durante a transmissão da coletiva de imprensa com o prefeito Colbert Filho nesta terça-feira, 22.

“Não há expectativa de melhora”, é o que afirma a infectologista Melissa Falcão sobre os casos da Covid-19 em Feira de Santana. O alerta foi feito durante a transmissão da coletiva de imprensa com o prefeito Colbert Filho nesta terça-feira, 22.

Ainda de acordo com a coordenadora do Comitê de Combate ao Coronavírus, a Secretaria Municipal de Saúde tem identificado surtos da doença em ambiente de trabalho, quando, por descuido, muitos deixam de utilizar a máscara e, assintomáticos, acabam transmitindo a doença ao compartilhar o ambiente desprotegidos.

Apesar da taxa de óbitos pela doença ainda ser considerada inferior – com 1,8% – se comparado a capital (2,95%), estado (2,20%) e país (2,76%), o índice de mortes ainda é alarmante. O mês de junho deste ano ocupa o terceiro lugar no recorde de óbitos no município, com 88 registros até o momento.

O secretário de Saúde, Marcelo Britto, voltou a convocar a população para receber a dose da vacina contra a Covid-19.

“Esperamos que a população compareça aos postos de vacinação para chegarmos rapidamente ao público mais jovem”, destacou.

O Hospital Municipal de Campanha tem registrado aumento das internações entre adultos, principalmente entre 30 a 40 anos. O diretor da unidade hospitalar, Valdir Cerqueira, atribui ao avanço da vacinação dos idosos – público que agora está mais protegido.

“São 41 leitos de enfermaria ocupados. Já passaram pelo hospital 1.389 pacientes, destes, 356 pela UTI. Nesta madrugada faleceu uma paciente de 43 anos”.

LACEN

Feira propôs à Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) a implantação de uma unidade do Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen) para agilizar a realização e o resultado de exames para diagnóstico da Covid.

Segundo Marcelo Britto, já existe o local e toda a documentação necessária já foi entregue.

“Só depende, agora, da decisão da Secretaria da Saúde do Estado”, pontua.

Ouça aqui podcast com a infectologista Melissa Falcão

Secom Feira de Santana

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detected

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios